Passeio pela Serra do Rio do Rastro!

Olá, pessoal!

No feriado de Corpus Christi, aproveitando que ele caiu quase junto com a comemoração do aniversário do Gian, resolvemos fazer uma viagem de carro com destino à serra gaúcha, passando pela famosa Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina. Agora entendemos e concordamos com o motivo dela ser tão famosa assim: sua beleza é mesmo exuberante!  São 15 km de serra, com 284 curvas e paisagens de tirar o fôlego!

Como estávamos indo para o Rio Grande do Sul, decidimos subir a serra, que começa na cidade de Lauro Müller e termina em Bom Jardim da Serra. O caminho é feito de curvas fechadíssimas e uma via bem estreita, onde, em alguns locais, não é possível passar dois carros, ainda mais se um deles for caminhão ou ônibus.

As curvas compõe a bela paisagem, onde é possível avistar cânions, e fauna e flora abundante. São kilômetros de estrada em meio a natureza, sem acostamento, mas com vários refúgios para que os turistas possam parar e tirar fotos da serra.  

Há quase dez cânions na região da Serra do Rio do Rastro. Os que estão disponíveis para visitação de turistas são três: Ronda, Funil e Laranjeiras, sendo que o de mais fácil acesso é o primeiro. O acesso ao Cânion Ronda é feito parte de carro até uma fazenda próxima, e o trecho restante somente a pé. Os outros dois cânions possuem trilhas de nível médio, que exigem um pouco mais de preparo físico, e acompanhamento de um guia. Nós não pudemos conhecer os cânions pois nosso roteiro estava apertado em tempo, mas com certeza pretendemos voltar.

Inclusive, quando voltarmos pra lá, pensamos em nos hospedar no Rio do Rastro Eco Resort, um hotel que parece ser charmosíssimo e com vista privilegiada para serra. O Rio do Rastro Eco Resort é muito bem recomendado nos sites de viagem, mas, por se tratar de um resort, o preço é um pouco mais elevado. Para aqueles que quiserem se hospedar nas proximidades com valores mais acessíveis, há pousadas mais em conta em Lauro Müller e Bom Jardim da Serra.

Existem algumas lanchonetes durante o percurso e, no final da subida, há um mirante de 1421 metros de altitude, com mais uma lanchonete e loja junto. Na nossa opinião, apesar da vista ser mais alta do mirante, as melhores fotos foram as tiradas nos refúgios, pois no mirante há uma grade de segurança bem alta, que aparece em todas as fotos, enquanto nos refúgios a vista é direta. Além da paisagem incrível, no mirante nós encontramos muuuitos quatis que apareceram em nossas fotos!!!

O tempo que nós demoramos para subir a serra foi de 01h10, com aproximadamente 5 paradas para fotos. O tempo foi curtinho, mas suficiente. Nós amamos conhecer a serra mais bonita do Brasil, recomendamos o passeio, e queremos muito voltar pra conhecer os cânions e ficar hospedados na região!

A região é cheeeeia de quatis!
Vista do mirante, com a grade verde sempre aparecendo! rs

Centro de informações de Bom Jesus da Serra
Portal de Bom Jesus da Serra

Até a próxima!

Gian e Amanda.

Siga-nos no Facebook

Subtitle