Como viajar trocando serviço voluntário por hospedagem?

Existem empresas que intermediam um sistema de troca de trabalho voluntário por hospedagem e alimentação. Esse formato costuma ser muito mais vantajoso financeiramente, pois paga-se somente uma taxa (normalmente anual) para a empresa de intermédio.

As empresas que fazem esse serviço são:

  • WWOOF:

Esse programa é voltado para interessados em voluntariar na parte de agricultura orgânica. Para participar, você deve se cadastrar e obter uma autorização para participar. Com a autorização, você consegue pesquisar a lista de fazendas cadastradas e a descrição do serviço a ser executado. Você escolhe a opção que mais se encaixa às suas expectativas e habilidades, e se comunica com as fazendas que fazem parte da rede de acolhimento para reservar as datas. A WWOOF não participa da negociação com o ofertante do “emprego”, sendo que a comunicação é direta entre o viajante e o proprietário.

Os organizadores do WWOOF tentam realizar visitas para checar as fazendas cadastradas, mas infelizmente nem todos passam pela inspeção, por isso, o viajante precisa tomar muito cuidado, checar muito bem as informações e analisar a confiabilidade do anfitrião.

Cada país cobra uma taxa diferente de filiação que lhe dará acesso aos hosts (fazendas). A taxa para fazendas da Itália, por exemplo, é de 35 euros. É responsabilidade do participante o transporte (ida e volta), seguro de saúde (obrigatório), e qualquer outra despesa adicional. A WWOOF é a empresa mais conhecida desse sistema de troca.

  • Help Stay:

Essa empresa funciona praticamente da mesma forma que a WWOOF, no entanto, há uma maior diversidade de opções, visto que eles não atuam apenas nas atividades de agricultura. Há vagas para dar aulas de idiomas, aulas de dança, esportes, trabalho em hostels, serviços de limpeza, au pair, dentre outros.

Alguns hosts (anfitriões) podem cobrar uma taxa para auxiliá-los na hospedagem, mas isso não é regra. Caso hajam cobranças por parte dos anfitriões, você precisará pagar 12,5% antecipadamente no cartão de crédito, e o restante na chegada ao local. A taxa do Help Stay é de € 19,99 para inscrição individual, ou €26.99 para casal ou dupla de amigos.

A empresa informa que faz uma séria verificação do hosts cadastrados para garantir a confiabilidade do programa mas, assim como dito anteriormente, é necessário que o viajante faça uma pesquisa mais aprofundada para garantir a segurança de seu projeto.

  • Work Away

A Work Away funciona nos mesmos moldes de cadastro, oportunidades e cuidados necessários com segurança que os exemplos anteriores. No entanto, pesquisando nas oportunidades disponíveis, notamos que, nesse caso, as vagas são mais voltadas às interações humanas, com menor cunho social. As atividades requisitadas em sua maioria são: atividades domésticas, auxílio na elaboração de refeições e cuidado com filhos em casas de família. Há oportunidades de auxílio em fazendas e outras tarefas, contudo, achamos que esse site dá menos ênfase pro serviço voluntário em si, e mais na troca de experiências. O valor do cadastro individual é de $ 36,00 (dólares) ou $ 46,00 para casal ou dupla de amigos.

E você, pretende fazer uma viagem trocando serviços por acomodação? Ou já fez alguma vez nesse formato? Esperamos seu feedback e comentários!

Até a próxima!

Gian e Amanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos no Facebook

Subtitle